Portal Caparaó

carregando...

VEÍCULOS

18/11/2016 - Atualizado em 19/11/2016 9h13

Exames de direção serão gravados com câmeras nos carros

MANHUAÇU (MG) - A Delegacia de Trânsito de Manhuaçu começa a testar os equipamentos de gravação nos carros os exames práticos para quem quer tirar a carteira de habilitação. Em breve, todos os exames para quem quer tirar carteira de motorista vão ser gravados e disponibilizados para análise dos candidatos e autoescolas. O sistema foi elaborado pela equipe de Manhuaçu.

O delegado regional de Polícia Civil, Dr. Carlos Roberto Souza, explica que o novo sistema de monitoramento será implantando em breve, mas ainda não há prazo, devido a necessidade de padronização de rotinas e testes.

As primeiras câmeras foram instaladas e estão sendo feitos testes para verificar qualidade das imagens e áudio captados, duração de bateria, transferência de arquivos e outros mecanismos. Tudo será padronizado e depois começará a funcionar efetivamente. VEJA ABAIXO O VÍDEO QUE MOSTRA COMO É O PROCEDIMENTO

Para garantir o funcionamento do sistema, ainda foi criado um software na delegacia de Manhuaçu. O SGP (Sistema de Gerenciamento de Procedimentos) vai registrar tudo o que foi feito e manterá as imagens arquivadas por até 45 dias.

“O objetivo é deixar o exame totalmente transparente, padronizado e seguro. Essa tecnologia vai demonstrar o que aconteceu em cada exame, garantindo ao candidato e à autoescola que sejam verificados os erros para que o aluno corrija para o próximo teste”, destaca o delegado regional em entrevista ao Portal Caparaó.

A medida também visa evitar dúvidas sobre o processo de habilitação, já que será totalmente público e transparente e permitirá maior controle e fiscalização. “Serão quinze dias de testes do sistema. Quando chegarmos à rotina correta, vamos fazer por escrito os procedimentos, treinar os examinadores e administradores, que são os responsáveis pela recuperação das imagens e lançamento no SGP, onde ficarão por 45 dias”, concluiu.

A Delegacia Regional de Polícia Civil e a chefia da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) já haviam feito diversas alterações no processo de habilitação visando maior transparência desde a prova de legislação escrita até o exame de rua.

Entre as mudanças, envelopes lacrados com os prontuários garantem que o candidato só saiba o examinador no momento da prova.

Carlos Henrique Cruz - carlos@portalcaparao.com.br 

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.