Portal Caparaó

carregando...

POLÍCIA

11/01/2017 - Atualizado em 11/01/2017 17h50

Homem enfurecido ameaça atirar pedras em PMs e vai preso

MANHUAÇU (MG) - Um homem foi preso pela Polícia Militar depois de uma enorme confusão no Centro de Manhuaçu. Ele danificou o espaço cultural na Praça Doutor César Leite e depois ameaçava atirar pedras nos policiais militares.

Na noite desta terça-feira, um homem de 52 anos começou a atirar pedras contra os vidros do Espaço Cultural Só Arte, na praça em frente ao hospital. Ele quebrou algumas das partes em blindex do local.

Várias pessoas ligaram para a PM por conta do dano ao patrimônio público. O homem estava transtornado e cada vez mais enfurecido, de acordo com relatos.

Após essa primeira ação, ele saiu correndo pela rua Monsenhor Gonzalez, por volta de 21:30, carregando pedras grandes nas mãos, em total descontrole emocional.

Ao chegar próximo à matriz de São Lourenço, os militares tentaram abordá-lo. Mais enfurecido, o homem ameaçava atirar as pedras nos militares.

Após várias tentativas de convencê-lo a jogar as pedras do chão, um dos militares se aproximou e o homem tentou jogar a pedra – de cerca de 15 centímetros – num policial. O militar então fez um disparo para o alto e conseguiu intimidá-lo.

Com a ajuda de um rapaz que conhecia o homem, os militares continuaram conversando com ele. O amigo então se jogou em cima do autor e os policiais conseguiram tirar as pedras e prendê-lo.

Os militares fizeram toda a contenção e isolamento do local, evitando também que ele atingisse outras pessoas. Felizmente, ninguém se feriu.

Sobre um áudio que está circulando no whatsapp, de uma mulher “desesperada”, não tem fundamento algum.

Carlos Henrique Cruz - carlos@portalcaparao.com.br

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.