Portal Caparaó

carregando...

AGRONÉGOCIOS

05/04/2017 - Atualizado em 06/04/2017 7h37

Gerenciamento de propriedades e mercado de café

MANHUAÇU (MG) - Gerenciamento da propriedade para reduzir custos e as tendências do mercado de café para obter melhores ganhos foram as duas palestras da primeira tarde do Simpósio de Cafeicultura das Matas de Minas, na terça-feira, 04/04.

Um dos temas mais prestigiados foi a palestra sobre Mercado de Café com o consultor Marcus Magalhães. O profissional traçou um panorama sobre a cafeicultura mundial, demonstrando cenários e comportamentos dos cafeicultores atualmente.

Apresentando números oficiais da Organização Internacional do Café (OIC), Marcus Magalhães mostrou as divergências de diversas consultorias referente a produção e consumo que faz o mercado oscilar, com base em especulações convenientes aos compradores.

Marcus projeta um momento otimista para o agronegócio café, porém prevê volatilidade no período. Um dos pontos destacados foi a necessidade de acesso a informação por parte do produtor, lembrou que hoje, por conta da internet e outras tecnologias, não tem desculpa para não estar por dentro do mercado.

GERENCIAMENTO DE PROPRIEDADES CAFEEIRAS

O Engenheiro Agrônomo e Assessor Especial de Café da Secretaria de Estado da Agricultura de Minas Gerais - Niwton Castro Moraes – falou sobre o gerenciamento da propriedade, citando exemplos como o programa certifica Minas Café, que melhora gestão da propriedade, reduzem riscos de multas trabalhista e ambientais e garantem preços melhores para seus produtos

Niwton Castro incentivou os produtores a adotarem boas práticas de produção, uma gestão moderna da propriedade e a preservação ambiental.

Além das orientações divulgadas na palestra, ele ressaltou a importância do acompanhamento dentro fazenda e as parcerias para que os produtores possam ter acesso a novos mercados, e "em alguns casos com venda a preço diferenciado, especialmente para o mercado externo que reconhece quem produz com responsabilidade social e ambiental", explica Moraes.

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.