Portal Caparaó

carregando...

EDUCAÇÃO

11/04/2017 - Atualizado em 12/04/2017 8h19

Lições de empreendedorismo em palestra exclusiva com Bel Pesce

MANHUAÇU (MG) - A empreendedora e escritora Bel Pesce esteve em Manhuaçu para ministrar uma palestra exclusiva para a FACIG, nesta segunda-feira, 10/04. Sob o tema “Uma jornada empreendedora”, ela falou aos estudantes a trajetória de sua carreira e como superar obstáculos por meio de atitudes e ideias inovadoras.

Transformar informação em ação, uma coisa que parece simples, mas não é, nem um pouco. Essa foi a principal meta da palestrante. “É fácil encontrar informação, afinal existe uma grande disseminação de conteúdo atualmente. Difícil é transformar informação em ação. Mostrar que a melhor ferramenta que você pode ter é mapear aquilo que você sabe, tem interesse, tem curiosidade e aplicar isso para abrir portas – oportunidades”, ensinou.

Bel esteve no Cine João Bracks a convite da FACIG, onde palestrou para professores, alunos e interessados. A Menina do Vale pôde passar um pouco da sua vasta vivência profissional nos Estados Unidos e no Brasil. “Fiquei muito feliz com o convite, aqui em Manhuaçu conheci muito sobre o mercado de educação e também da área da cafeicultura. Realmente foi também um aprendizado. Na palestra, eu quis falar sobre quais foram as coisas que eu aprendi, ao longo de 29 anos de vida, que mais me ajudaram a abrir portas e estavam conectadas com o que eu mais queria fazer”.

Foi uma palestra cheia de exemplos. Bel foi recebida com muita empolgação por todos, sem deixar ninguém de lado. Uma mulher realmente de fibra e muito madura em suas escolhas. Quem teve a oportunidade de participar do encontro pôde sentir na pele a garra dessa empreendedora, com sua trajetória incrível, repleta de experiências profissionais e de vida.

No início, ela contou um pouco sobre seu despertar no mundo da educação. Sempre teve muita habilidade com a disciplina de matemática, proporcionada pelo ambiente que a escola lhe oferecia, incentivando-a com seus dons. Quando criança, já demonstrava suas habilidades em transformar as coisas, explorar novos conhecimentos ou mesmo personalizando e transformando ideias em realidade.

FORMAÇÃO

Anos mais tarde, seu destino começou a tomar forma diferente, conseguiu ingressar no renomado Massachusetts Institute of Technology (MIT), onde recebeu um bacharel em Engenharia Elétrica e Ciências da Computação, outro em Administração, e disciplinas de Economia e Matemática.

“Me formei em 2010 e desde lá minha vida tem sido um ciclo de aprendizado constante. Nos Estados Unidos, a educação universitária é bem diferente da nossa. Podemos chamar de universidades e não faculdades pois possuem uma variedade muito grande de cursos multidisciplinares que promovem e incentivam o desenvolvimento de planos de negócios e diversos projetos colaborativos, ou seja, quase tudo é feito grupo. Eles entendem que processos colaborativos são mais enriquecedores do que os incentivos individuais, que só priorizam competições entre alunos”.

Depois de formada, Bel se mudou para o Vale do Silício. A partir daí passou por diversas fases de aprendizado e desenvolvimento e pôde aprender a colocar todas as suas ideias em prática. “O mais gratificante de tudo que passei foi aprender sobre a pratica da cultura da inovação, ou seja, não condenam quem comete erros, pois isso faz parte do processo de desenvolvimento de cada um”.

Bel teve grande influência no crescimento de novas mídias no Brasil e inovou ao publicar seu primeiro livro online e gratuito: “A Menina do Vale”, sobre os aprendizados que teve no Vale do Silício e ideias inovadores no segmento de educação. O livro viralizou porque falava justamente sobre inovações na educação, mas sob uma perspectiva voltada ao comportamento e empreendedorismo.

A partir daí Bel não parou mais, lançou outros quatro livros, conduziu diversas iniciativas e projetos, fundou sua própria editora, onde produz seus livros, e criou a agência de talentos, a FazINOVA, uma escola de desenvolvimento de talentos e inovação que ajuda as pessoas a realizarem sonhos.

Para Bel, todo sonho é possível de se realizar se estivermos bem conscientes com a realidade que vivemos e com as adversidades que vamos encontrar no caminho. “Existe um buraco entre a intenção e a percepção, precisamos buscar o máximo de informações possíveis, conhecer a fundo cada detalhe de ação antes de colocar qualquer plano em prática”.

Sobre empreendedorismo, ela foi taxativa: “A palavra empreendedorismo está muito mistificada. Algumas pessoas trazem o mito de que alguém conseguiu sucesso de forma instantânea. Isso não é verdade. A verdade é que para você conseguir realizar, hoje em dia, é preciso entender que vai demorar, vai ser difícil, vai cair e tem que levantar. É muito mais a cabeça com que você vai entrar no desafio. Se você entrar com a cabeça certa, conforme as coisas vão dando errado, você poderá corrigir. Se entrar esperando algo meteórico, não irá continuar. Minha melhor dica é assumir que estabilidade não existe mais, apaixonar-se pelo incerto e curtir isso, porque você terá que passar por isso a vida toda”.

AÇÃO

Pesce acredita que depois de extraímos o aprendizado, é preciso transformá-lo em ação. ”O que muda é quando colocamos a ação em prática, quando transformamos a informação em ação”, afirma.

Existe uma um segredo que Bel faz questão de compartilhar: a conexão se forma entre as pessoas. Por isso afirma que não levanta recursos para negócios incertos, ela busca parcerias.

A Menina do Vale deixou ensinamento importantes para todos que estiveram presentes na palestra. A primeira é que educação e aprendizagem devem ser contínuas; a segunda é:  cada pessoa é um poço de informação para todas as outras; a terceira: desenvolver metodologias para descobrir as facetas de influenciadores que se transformam em hábitos do nosso cotidiano; pessoas que possuem mais vínculos com seus pais são mais eficientes.

E foi essa lição final da palestra: “Faça da sua vida um celeiro de aprendizado, procure dentro da história empreendedora da Facig, de um restaurante, de uma empresa, do que você ver que está dando certo, aprenda com essa história, troque ideia, se mostre interessado e aberto”.

NOVIDADES

O Diretor da FACIG, Thales Hannas, destacou que foi uma oportunidade singular trazer a palestra com Bel Pesce para Manhuaçu. “Nesse momento de crise no país, ela trouxe um pouco de otimismo, estratégias para as pessoas criarem novas oportunidades e aproveitarem todos os momentos. Tenho certeza que foi uma palestra enriquecedora para nossos alunos”, afirmou.

Thales Hannas conta que a FACIG tem um histórico de ações, como visitas técnicas, palestras, seminários proporcionando aos participantes experiências enriquecedoras, tanto pessoal como profissionalmente.

“Isso tudo prepara nossos alunos para novas iniciativas da FACIG, que são programas de mentoria, incubadora de empresas, centro de startups, enfim várias novidades que iremos lançar a partir da próxima semana”, anunciou.

Redação do Portal Caparaó

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.