Portal Caparaó

carregando...

POLÍCIA

21/04/2017 - Atualizado em 21/04/2017 19h36

Polícia realiza operação e prende traficantes em Iúna

IÚNA (ES) - A Policia Civil de Iúna deflagrou na manhã desta quinta-feira (20/04), a operação denominada “Alforria”. A ação foi realizada no bairro Quilombo. Segundo o delegado, Thyago Mello, a operação contou com a participação de policiais civis de várias unidades e apoio operacional da Policia Militar.

O delegado titular da Comarca de Iúna, informou que o objetivo foi cumprir mandados de prisão preventiva em desfavor de membros de uma associação criminosa que domina o tráfico na comunidade do bairro Quilombo. De acordo com o delegado, a polícia também descobriu que houve uma tentativa de homicídio contra um desafeto que teria feito parte do grupo.

Segundo Thyago Mello, a operação contou com o efetivo policial de diversas delegacias da região do Caparaó e com o apoio operacional de policiais militares da 2ª CIA, equipe do canil do GOT, somando mais de 30 policiais. Foi obtido êxito em cumprir  mandados de prisão preventiva em desfavor  do que seria o chefe do tráfico local,  L. C.N., vulgo Léo Neguinho e dos membros L. R. T, vulgo Burro Branco e M. B. O  S., vulgo Batata.

Ainda foram cumpridos 8 mandados de busca e apreensão, onde foi logrado êxito em prender em flagrante o indivíduo C. H. D. R., de posse de 09 pedras de crack e um revolver calibre 22, sendo autuado por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

Foram ainda conduzidos, o adolescente I.F. e o indivíduo, T. C. J.P., que estavam numa residência alvo da operação, onde de acordo com o delegado, foi encontrado um aparelho de TV de LED de 32" de origem suspeita.

O delegado Thyago Mello destacou que o planejamento da operação iniciou-se acerca de um mês, e que ainda pode existir desdobramentos na identificação de mais membros da associação criminosa.

Valdir Vieira | Portal Cidade Agora

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.