Portal Caparaó

carregando...

POLÍCIA

16/07/2017 - Atualizado em 17/07/2017 13h42

Três são presos por debochar de morte de policial em Santa Margarida

MATIPÓ (MG) - Um jovem de 19 anos foi preso pela Polícia Militar de Matipó por apologia ao crime. Ele fez postagens debochando do assassinato do Cabo Marcos Marques da Silva e enaltecendo a ação praticada pelos criminosos, na tarde de sábado, 15/07.

Segundo a PM, foi constatado que Mateus Lopes da Silva, 19 anos, postou em diversos grupos de Whatsapp mensagens em que ele zomba da morte de um policial militar, enaltecendo a ação delituosa praticada pelos criminosos.

Localizado pelos policiais, ele declarou que realmente fez a postagem e a repassou para diversos grupos de whatsapp, porém não esclareceu o motivo. Ele terá que comparecer ao Juizado Especial Criminal da Comarca de Abre Campo, onde responderá por Apologia ao Crime.

MAIS DOIS

Um pintor de 37 anos foi preso pelo crime de apologia à morte do Cabo Marcos Marques da Silva atingido na cabeça por um tiro de fuzil na última segunda-feira (10), após assalto a banco em Santa Margarida. Leandro Rodrigo Aparecido foi identificado pela PM após fazer um comentário em uma postagem no Facebook em que pessoas comemoravam a morte do policial militar.

Leandro foi abordado durante patrulhamento pela avenida Jaçanã Musa dos Santos, em Poços de Caldas, no sul de Minas. Os militares mostraram o print da postagem e ele confirmou ser o autor do comentário. O pintor foi preso em flagrante e levado para a sede da 18ª Companhia Independente de Policiamento Especializado onde foi ouvido e liberado. Terá de comparecer ao Juizado Especial Criminal.

O desempregado Arnaldo Albuquerque Cavalcante Júnior, de 24 anos, foi preso em casa no Jardim Bela Vista, em Caldas, por também fazer apologia à morte do PM. 

Ele e o pintor comentaram a publicação feita por Jamily Silvério. Além de presos, Leandro e Arnaldo tiveram os celulares apreendidos.

Redação do Portal Caparaó

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.