Portal Caparaó

carregando...

POLÍCIA

14/11/2017 - Atualizado em 15/11/2017 9h21

Polícia Militar frustra tentativa de roubo de café

Um produtor rural conseguiu acionar a Polícia Militar durante a madrugada de quinta-feira, 09/11, ao perceber que estava acontecendo o furto de sacas de café em sua propriedade no córrego do Moinho, em Manhuaçuzinho, zona rural de Manhuaçu.

O fazendeiro ouviu um barulho forte vindo da direção do galpão de café. Ele saiu de casa sorrateiramente e visualizou que o portão de acesso havia sido arrombado e um indivíduo estava carregando sacas de café.

Após retirar sua família de casa, o fazendeiro foi até outra propriedade vizinha e acionou a Polícia Militar. Antes, deixou o carro bloqueando a estrada de acesso a fazenda.

Equipes da Polícia Militar chegaram ao local. Os dois suspeitos saíram com a Saveiro por uma estrada de lavoura, pararam num alto de morro e desligaram os faróis.

A PM cercou o local e interceptou o motorista quando tentava fugir para a estrada principal.

O produtor reconheceu o rapaz como sendo o que estava carregando o café e também foi o ajudante do dono da máquina que limpou o café durante a quarta-feira, na sua propriedade.

No veículo foram localizadas várias ferramentas, cordas, lona, dinheiro e documentos de duas pessoas.

Após seguir rastros a partir do galpão, a PM encontrou sete sacas de café, uma motosserra e uma serra mármore pertencentes à vítima escondidas em meio a vegetação próximo à estrada.

O suspeito alegou que não participou do furto. Ele também acrescentou que estava sozinho deslocando da cidade de Reduto para Santa Bárbara do Leste, local onde reside. No entanto, alegou que errou a estrada e foi parar na zona rural de Manhuaçuzinho.

CARRO

Sobre o carro, o rapaz alegou que havia comprado há um semana. No entanto, a PM foi atrás do proprietário.

O dono do veículo alegou que não vendeu o carro e emprestou para o irmão dele. Os policiais localizaram o terceiro elemento. Ele disse que saiu de Jaguaraí para Reduto, na noite de quarta-feira, e foi rendido por quatro homens armados em duas motos.

Segundo o homem, eles tomaram o veículo e seguiram, enquanto um dos bandidos o manteve sentado em cima de um formigueiro até de madrugada. Ele alegou que foi libertado e não conseguiu contato com a PM.

A suposta vítima do furto disse que só teve notícia quando a PM o procurou afirmando que a caminhonete havia sido apreendida após o furto no córrego Manhuaçuzinho.

Depois disso tudo, o rapaz preso com o carro na zona rural admitiu que o veículo lhe foi emprestado na cidade de Reduto e que iria devolver com o tanque cheio e daria uma certa quantia de dinheiro a título de agrado para o irmão do dono do carro.

O suspeito do furto em Manhuaçuzinho, de 41 anos, foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil, bem como o homem que cedeu o carro do irmão, que foi acusado de comunicação falsa de crime.

Redação do Portal Caparaó

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.