Portal Caparaó

CIDADES

13/12/2017 - Atualizado em 14/12/2017 10h11

Promotor Leonardo Castelo Branco recebe Medalha Desembargador Hélio Costa

MANHUAÇU (MG) - O Promotor de Justiça, Dr. Leonardo Távora Castelo Branco, recebeu a Medalha Desembargador Hélio Costa em cerimônia realizada pelo Poder Judiciário de Manhuaçu, na tarde de segunda-feira, 11/12.

O reconhecimento ao promotor de justiça foi também a comprovação de que desde a passagem dele pela Comarca de Manhuaçu a população passou a ter mais acesso ao Ministério Público. Ele atuou na cidade entre os anos de 1998 e 2002. Em seguida, foi para a Promotoria de Tóxicos em Belo Horizonte e atualmente integra a assessoria do Procurador de Justiça do Estado de Minas Gerais.

A cerimônia foi aberta pelo Juiz Diretor do Foro da Comarca de Manhuaçu, Dr. Vinícius Dias Paes Ristori, e contou com a presença dos promotores Dr. Renan Cotta Coelho (coordenador das promotorias da comarca) e Dr. Carlos Samuel Borges Cunha, o Presidente da Câmara Jorge Augusto Pereira, o Delegado Regional Dr. Carlos Roberto Souza e a advogada Dra. Ângela Maria de Lima, representando a OAB subseção de Manhuaçu.

Para o Dr. Vinícius Dias Paes Ristori, a homenagem ao Dr. Leonardo Castelo Branco demonstrou o reconhecimento ao trabalho dele na comarca. “Pude conviver com Dr. Leonardo Castelo Branco na comarca e posso atestar sua eficiência, suas qualidades técnica e pessoal. Realmente sua atuação contribuiu para melhorar e engrandecer o Poder Judiciário de Manhuaçu”, afirmou.

O nome foi escolhido por unanimidade numa comissão formada por representantes dos Poderes Judiciário, Legislativo, Executivo, OAB e Ministério Público.

A entrega da medalha foi feita pelo filho do promotor, Felipe, durante a cerimônia. Dr. Leonardo Castelo Branco ressaltou sua satisfação com a homenagem e agradeceu o carinho dos amigos que fez e mantem em Manhuaçu.

A Medalha Desembargador Hélio Costa destina-se a agraciar aqueles que prestaram relevantes serviços ao Poder Judiciário local. A homenagem é concedida de dois em dois anos, sempre nos anos ímpares. É considerada a maior honraria da Justiça Mineira.

Carlos Henrique Cruz - carlos@portalcaparao.com.br

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.