Portal Caparaó

GERAL

08/02/2018 - Atualizado em 09/02/2018 12h20

Para evitar prisão, Latino propõe acordo

REDAÇÃO - O cantor Latino tenta fazer um acordo para pagar parte da pensão alimentícia de uma filha que tem com uma mulher de Manhuaçu e com isso evitar a prisão. A informação foi confirmada pelo advogado Fauze Gazel Júnior, que defende Neusimar Cosendei, mãe da garota de nove anos, fruto de um relacionamento com o cantor.

Segundo Júnior, o acordo foi protocolado na Justiça em Manhuaçu na tarde desta quarta-feira (7), e ainda está em andamento. Por ser um processo que corre em segredo de Justiça, o defensor não deu detalhes sobre a proposta.

Conforme Junior, a 1ª Vara Cível da cidade determinou a prisão de Latino por não pagar o benefício. “Ele foi condenado em primeira instância por causa da dívida que se arrasta por anos”, disse ele. O acordo pode anular o pedido de prisão.

Neusimar contou que os pagamentos feitos pelo cantor eram irregulares. “Às vezes chegava R$ 2,5 mil em um mês. Em outro mês chegava R$ 500. Tinha mês que não vinha nada. Nos últimos cinco meses, ele não pagou nenhum centavo”, disse ela.

O advogado de Latino, José Marcos Gomes Junior, não foi localizado. A assessoria de imprensa do cantor disse que o advogado que irá se manifestar sobre o caso.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), por estar em segredo, as informações sobre o processo não podem ser passadas.

A informação é do site G1

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.