Portal Caparaó

POLÍCIA

11/03/2018

Três celulares roubados em Manhuaçu na sexta-feira

MANHUAÇU (MG) - Celular virou um dos artigos mais roubados ultimamente. Em Manhuaçu, somente na sexta-feira, 09/03, foram três ocorrências registradas pela Polícia Militar. Pelo modo de agir, parece ser o mesmo elemento. Em alguns casos, aparelhos são levados e trocados por drogas.

Na rua Frederico Dolabela, no Centro, por volta de 13 horas, uma senhora de 51 anos foi abordada por um autor. Ele apertou seu pescoço com uma das mãos, encostou a vitima na parede e lhe roubou o aparelho celular de marca Sony.

O autor saiu correndo em seguida em direção à praça central.

Na Alameda Eloy Werner, por volta de 7 da manhã, uma jovem de 17 anos foi roubada também.

A vítima relatou que ia para a escola quando viu um indivíduo de estatura mediana, magro, pele morena, trajando bermuda e blusa de manga longa na cor cinza, sentado na porta de um bar.

O autor a abordou, segurando-a pelo pescoço e a imprensando contra a parede, tendo em seguida retirado da mão dela o aparelho celular e fugiu correndo sentido a BR-262.

Na agência da Receita Federal e em uma residência na Viela José Pedro duas câmeras gravaram o momento em que o autor passa correndo sentido a esta viela, bairro Nossa Senhora Aparecida.

Nas duas ocorrências, policiais tiveram acesso a câmeras de segurança. Infelizmente, as imagens não proporcionaram identificar o autor até o momento.

No início da tarde, por volta de 12:30, na rua José Tertuliano Hott, Bairro Lajinha, um adolescente de 13 anos contou que um indivíduo não identificado furtou o celular dele.

O garoto voltava da escola quando foi abordado por um indivíduo cor negra, forte, cerca de 1,60 metros de altura, trajando camiseta regata cor branca, bermuda cinza e boné cor azul. Ele o encurralou, segurou-o pelo braço apertando muito e começou a lhe empurrar no rumo de um barranco íngreme.

Após roubar o celular, o autor fugiu em direção à Ponte dos Arcos.

Carlos Henrique Cruz - carlos@portalcaparao.com.br

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.