Portal Caparaó

VEÍCULOS

04/04/2018 - Atualizado em 05/04/2018 11h57

Detran-MG anuncia sistema para monitorar aulas e exames de direção

REDAÇÃO - A Polícia Civil, por meio do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), anunciou, nesta terça-feira (3), a  implantação do sistema de telemetria e videomonitoramento do processo de formação de condutores de veículos. O objetivo do sistema de monitoramento é auxiliar a fiscalização das aulas práticas de direção e da avaliação do candidato à Carteira Nacional de Habilitação (CNH), por meio de áudio, vídeo, fotos e de sensores ligados aos componentes do veículo.

O monitoramento começará pelas aulas práticas em todas as categorias, depois será a vez dos exames de direção. Minas Gerais possui mais de 6,5 milhões de habilitados, e o número tende a crescer. O Detran-MG registrou, no ano passado, mais de 905 mil exames de candidatos à carteira de habilitação para motos, carros, caminhões, ônibus e reboques. Este ano já foram mais de 187 mil exames realizados. 

Para o Diretor do Detran-MG, Delegado-Geral César Augusto Monteiro Alves Junior, a tecnologia visa garantir a qualidade, segurança, transparência e eficiência no processo de formação e aperfeiçoamento dos condutores no Estado de Minas Gerais. “Essa solução dotará o Detran de instrumentos, tecnologia e procedimentos que permitam melhor gerenciamento do processo de habilitação sob sua responsabilidade, sobretudo dos novos condutores”, afirmou César Augusto.

O Coordenador de Administração de Trânsito, Delegado José Marcelo de Paula Loureiro, destacou ainda, "que cada ação do candidato, no momento da aula e da avaliação será monitorada, por isso ele terá que se qualificar melhor antes do exame. Certamente, o novo sistema vai auxiliar na formação de candidatos mais preparados para o trânsito, proporcionando mais segurança e, consequentemente, diminuição no número de acidentes nas vias”, destacou.

Em aproximadamente 40 dias, todos os Centros de Formação de Condutores (CFC) de Minas Gerais devem apresentar o contrato com as empresas credenciadas para prestar o serviço. De acordo com o Coordenador de Habilitação, Delegado Ednelton Carracci, o Detran-MG estabeleceu um cronograma que vai permitir a adaptação dos CFCs dentro do prazo, de forma a garantir um padrão elevado na prestação desse serviço.

A novidade será implantada, na primeira fase, durante as aulas de direção ministradas por CFCs de Nova Lima, cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o cronograma, em torno de 120 dias, todo o Estado deve estar adaptado à nova tecnologia, incluindo também os exames de direção, como determina a Portaria 238/14, do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

O Detran-MG esclarece que não haverá aumento das taxas de segurança pública para candidatos à habilitação. No entanto, fica sob responsabilidade dos CFCs a alteração ou não dos valores cobrados pelos serviços prestados.

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.