Portal Caparaó

CIDADES

09/04/2018 - Atualizado em 10/04/2018 12h35

Conheça o CEJUSC e os resultados obtidos na Comarca de Manhuaçu

MANHUAÇU (MG) - Em funcionamento há menos de um ano na Comarca de Manhuaçu, o CEJUSC - Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, tem como objetivo ampliar o acesso à Justiça, pois, com a conciliação e a mediação, oferece ao cidadão meios alternativos às ações judiciais para sanar problemas e desentendimentos. Até março, a unidade que funciona no Fórum de Manhuaçu já realizou mais de 240 audiências pré-processuais obtendo a resolução188 casos.

O CEJUSC, que prioriza meios consensuais para a resolução de demandas, conta com os setores pré-processual (sem existência de processo), processual (com o processo em curso) e de cidadania (auxílio para as questões que envolvem a comunidade). A criação tem como grande vantagem possibilitar a redução das demandas judiciais, pois além das tentativas de conciliação e mediação no âmbito processual, o setor pré-processual busca que as desavenças sejam dirimidas antes de se transformarem em processos judiciais, sem necessidade de pagamento de custas ao Judiciário.

Entre os objetivos do Cejusc estão incentivar a cultura do diálogo, contribuir para a pacificação social e estimular as formas autocompositivas na solução de conflitos.

Em Manhuaçu, o setor tem atendido diariamente inúmeros pedidos de divórcio, dissolução de união estável, guarda, alimentos, cobranças de títulos, restrição em cadastros de crédito, indenizatórias etc.

O Cejusc de Manhuaçu conta com a coordenação do Juiz de Direito Dr. Vinícius Dias Paes Ristori, e a supervisão dos servidores/mediadores Reinaldo Laviola Verner e Eliana Guimarães Pacheco, além de um grupo de Conciliadores formados por estudantes de direito das faculdades de nossa região e um assistente técnico para auxiliar no apoio ao atendimento ao público.

Em Minas, já são mais de cem unidades do Cejusc instaladas, com resultados positivos para as comunidades atendidas, que têm a oportunidade de solucionar seus conflitos de forma desburocratizada e consensual.

Para demais informações acesse o site do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais e, ainda, pelo telefone 33-3331-2283 (Fórum de Manhuaçu).

contato@portalcaparao.com.br

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.