Portal Caparaó

MEIO AMBIENTE

07/05/2018 - Atualizado em 08/05/2018 15h54

Comitê da Bacia Hidrográfica se reúne em Manhuaçu

MANHUAÇU (MG) - Cercamento de nascentes, contingenciamento financeiro pelo governo de Minas e expedição ao rio, foram alguns dos assuntos tratados pelo CBH Manhuaçu - Comitê da Bacia Hidrográfica Águas do Rio Manhuaçu, em reunião ocorrida na Câmara de Vereadores manhuaçuense, na tarde desta última quarta-feira, 02. “Os conselheiros compareceram em grande número, em especial representantes de municípios que andavam afastados do Comitê também marcaram presença” – manifestou Flávia Dias, secretária adjunta.

Um dos assuntos que mereceu grande destaque no encontro foi a retenção dos recursos do CBH pelo Governo de Minas. Há cerca de dois anos, o governador Fernando Pimentel não tem repassado o que é arrecadado pela cobrança do uso da água, comprometendo a administração e a execução de inúmeros projetos pelos comitês mineiros. São mais de R$ 40 milhões contingenciados somente das entidades do vale do Rio Doce. Segundo os participantes da reunião, o que mais tem incomodado é o impasse e os transtornos apresentados pela agência de Bacia, o Instituto Bioatlântica, que ameaça desmobilizar seu pessoal e, inclusive, interrompeu as contratações de projetos, temendo o prolongamento do problema. O CBH Manhuaçu decidiu tomar algumas providências para o enfrentamento do problema, que permita que as ações não fiquem estagnadas.

Outro tema muito discutido foi o cercamento de cem nascentes na região da Bacia do Rio Manhuaçu por meio do movimento Todos Pelo Rio Doce, no próximo dia 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente. A intenção é envolver cerca de vinte voluntários para cada cercamento. O movimento captou recursos para a aquisição e transporte de materiais. Os membros do CBH vão atuar com a sensibilização e mobilização dos produtores em prol da construção das cercas. Interessados em fazer parte da ação podem se cadastrar pelo site todospeloriodoce.com.

 

EXPEDIÇÃO AO RIO

A “Expedição ao Rio Manhuaçu – Um novo olhar sobre a nossa Bacia Hidrográfica” novamente foi pauta da reunião do Comitê. O presidente falou das articulações com entidades de ensino e outros comitês com experiência em expedição interessadas em colaborar com a atividade. A servidora da 20ª Superintendência Regional de Ensino de Manhuaçu, Mariana Trotes, explanou sobre a contribuição das escolas estaduais na missão, a partir das feiras científicas que serão empreendidas. “Essa será uma forma de ampliar a Expedição, buscando abranger também os rios contribuintes do Manhuaçu” – afirmou o presidente Senisi Rocha. Para o diretor a reunião foi muito produtiva – “Tivemos uma pauta intensa e com discussões relevantes. Os conselheiros muito contribuíram e creio que assembleias como essas nos fortalecem para enfrentarmos os desafios constantes e comuns na busca pela gestão dos recursos hídricos”.

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.