Portal Caparaó

POLÍTICA

23/05/2018 - Atualizado em 23/05/2018 19h20

Deputado Coronel Piccinini reúne-se com policiais e bombeiros em Manhuaçu

MANHUAÇU (MG) - O Deputado Estadual Coronel Piccinini reuniu-se como policiais militares e bombeiros em Manhuaçu para discutir temas relacionados a segurança pública, educação e saúde, setores prioritários em seu mandato.

Coronel Piccinini foi vereador por Belo Horizonte, de 2013 a 2016 e, hoje, ocupa uma cadeira na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Ele tem realizado visitas as cidades que integram a Zona da Mata de Minas para analisar a real situação em que se encontram. Em Manhuaçu, Coronel Piccinini percebeu o nível de evolução da cidade e se mostrou satisfeito por visitar novamente a terra do café.

O oficial da reserva da PM, terminou a carreira de 30 anos como comandante da região metropolitana de Belo Horizonte. Em seguida, como presidente do clube dos oficiais da Polícia Militar fez uma campanha salarial em prol de vencimentos melhores para a Polícia Militar e para o Corpo de Bombeiros. A partir dessa ação, ele conta que “os amigos que me acompanham sugeriram a minha entrada na vida pública, e assim eu o fiz ao me candidatar a vereador de Belo Horizonte. Ganhei e posteriormente fui eleito como Deputado Estadual. Estou me sentindo muito bem porque eu posso ajudar muito as pessoas em termos de segurança pública e gosto também da área social”.

Coronel Piccinini se encontrou com diversos militares e bombeiros, além de lideranças em Manhuaçu e região. Ele ainda pontuou as áreas prioritárias em seu mandato. “Tenho como área prioritária do meu mandato a segurança pública, pois ela envolve a educação e a saúde. Como que os nossos filhos e netos vão para as aulas sem segurança pública? Traficantes agem nas portas de escolas, atrapalhando professoras e os nossos alunos. Cabe à Polícia Militar dar segurança e proteção as pessoas que compõem o cenário educacional. Portanto, é muito importante que eu continue trabalhando em prol da segurança pública, da saúde e da educação. Também entendo que a educação é responsável pelo progresso de um país, devemos ter um respeito muito grande pelos educadores de Minas Gerais”, afirmou.

Com relação à Zona da Mata, ele explica que vê uma situação nova que está atordoando a nossa população. “É o chamado cangaço. Bandidos e quadrilhas muito especializadas se juntam e atacam uma cidade com armas pesadas e arrombam e explodem caixas eletrônicos. Nas zonas rurais temos notado o aumento da criminalidade. E a Polícia Militar está se desdobrando muito para combater esses marginais. Tenho comigo que as nossas leis são fracas e fajutas e precisam ser alteradas. As leis parecem que foram feitas para que os maus políticos se desvencilhassem delas. Também vemos o quanto de dinheiro vai para o ralo, enquanto poderíamos ter melhores escolas, hospitais e uma educação de qualidade. Portanto, precisamos mudar este cenário para que os nossos filhos e netos tenham uma melhor qualidade de vida”, pontuou.

Com informações de Danilo Alves / Tribuna do Leste 

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.