Portal Caparaó

POLÍCIA

17/07/2018 - Atualizado em 18/07/2018 11h50

PM prende casal acusado de tráfico de drogas

MANHUAÇU (MG) - Um casal foi preso pela Polícia Militar de Manhuaçu no início da noite desta segunda-feira, 16/07, após o serviço de inteligência do Batalhão receber informações sobre a venda de drogas na região entre o bairro e o Coqueiro Rural.

A polícia abordou o veículo próximo ao bairro Matinha. O homem de 32 anos estava dirigindo o carro e a mulher de 22 anos do lado. Embaixo do banco dela foram encontradas uma quantidade considerável de cocaína, uma balança de precisão e material para embalar drogas.

Na residência do casal foram localizadas uma sacola contendo, Skank (chamada supermaconha), um revólver calibre 32 e cinco papelotes de cocaína.

O casal foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.

SKANK

Skank (também conhecida como supermaconha e skunk) é uma droga mais potente que a maconha, ambas são retiradas da espécie Cannabis sativa e, por esse motivo, possuem em suas composições o mesmo princípio ativo - THC (Tetra-hidro-canabinol).

O que torna o Skank uma forma mais concentrada de entorpecente?

A diferença é proveniente do cultivo da planta em laboratório. O preparo da Cannabis sativa para obtenção do Skank é feito em estufas com tecnologia hidropônica (plantação em água).

Segundo estudos, no skank há um índice de THC sete vezes maior que na maconha. A porcentagem chega até 17,5%, sendo que na maconha é de 2,5%. Sendo assim, a quantidade necessária para entorpecer o indivíduo é bem menor.

Redação do Portal Caparaó

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.