Portal Caparaó

TURISMO

30/07/2018 - Atualizado em 31/07/2018 14h08

ICMBio abre consulta pública para concessão do Parna Caparaó

ALTO CAPARAÓ (MG) - A população tem até o próximo dia dez de agosto para participar da consulta pública para o edital de concessão de serviços turísticos do Parque Nacional do Caparaó à iniciativa privada. Todas as perguntas, sugestões e reclamações registradas no portal do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) serão respondidas.

Após essa data, concluído o período legal de 15 dias, a equipe do ICMBio irá contemplar as contribuições da sociedade e lançar o edital de concessão, o que deve acontecer em meados de setembro.

Na reunião pública realizada no dia 29 de junho, na sede do Parque em Alto Caparaó/MG, foi levantada a necessidade do edital de concessão respeitar a Lei Complementar nº 123/2006, que estabelece a obrigatoriedade de contratar um percentual mínimo de empreendimentos locais para explorar os serviços turísticos que serão concessionados.

O alerta foi feito pelo secretário de Planejamento de Dores do Rio Preto e membro do Fórum dos Secretários Municipais de Desenvolvimento do Caparaó Capixaba, Francimar Pinheiro, em contraposição ao sistema de bonificações estabelecido pelo Instituto.

 “A nossa Procuradoria [do ICMBio] não vê com bons olhos a gente exigir determinadas questões de contrato nesse sentido. Então a gente adotou uma outra postura: em vez de exigir, a gente criou as bonificações, em que, caso ele [o concessionário] adote uma medida que pra gente é interessante, porque a gente tem esse compromisso socioambiental, em desenvolver, gerar emprego e renda, enquanto Estado...  Então a gente está adotando a estratégica das bonificações, pra que essa obrigação seja uma obrigação em termos de bonificação”, argumentou Fernando Ramos Mendes, da Coordenação de Concessão e Negócios do ICMBio.

O secretário enfatizou, no entanto, que o edital pode ser anulado caso a lei federal não seja cumprida.

As contribuições podem ser feitas através do e-mail parquesdobrasil@icmbio.gov.br e poderão ser lidas no Painel de Perguntas e Contribuições para Aperfeiçoamento das Concessões. Assim, todas as perguntas e respostas serão públicas.

Além do Caparaó, também os parques nacionais dos Lençóis Maranhenses (MA), do Itatiaia (RJ), de Jericoacoara (CE) e da Serra da Bodoquena (MS) já entrarão em consulta pública. Pau Brasil (BA) e Chapada dos Veadeiros (GO) estão em fase final, com editais prestes a serem lançados. Já os parques nacionais da Serra dos Órgãos (RJ), Tijuca (RJ), Fernando de Noronha (PE) e Iguaçu (PR) já contam com serviços de concessões, e estão entre os mais visitados. Em 2107, as Unidades de Conservação Federais receberam mais de dez milhões de visitantes.

Mais informações no portal do ICMBio:

http://www.icmbio.gov.br/portal/unidadesdeconservacao/biomas-brasileiros/mais-info/9752-parques-do-brasil-visitar-e-proteger

Fernanda Couzemenco / Foto André Berlinck

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.