Portal Caparaó

AGRONÉGOCIOS

03/10/2018 - Atualizado em 04/10/2018 19h59

Dia Internacional do Café celebra as mulheres da cafeicultura

REDAÇÃO - O Dia Mundial do Café, celebrado em 1º de outubro, teve a participação ativa dos cafés da Região das Matas de Minas.

No Brasil, a cafeicultora da Região das Matas de Minas, Cíntia Matos, presidente da seção brasileira da Aliança Internacional das Mulheres do Café, participou da cerimônia presidida pelo Embaixador Marcos Bezerra Aboot Galvão, Ministro Interino das Relações Exteriores, com a presença de diversos embaixadores de países consumidores de café, além de representantes das demais entidades do setor e da cadeia produtiva.

Falando no evento em Brasília (DF), no Palácio do Itamaraty, Cintia Matos apresentou o tratamento da questão de gênero na cadeia produtiva cafeeira. A Organização Internacional do Café elegeu como tema “A mulher e o café” neste ano de 2018.

O café, mais do que uma paixão nacional, é fonte de milhões de dólares em renda e de mais de oito milhões de empregos anualmente no Brasil. As mulheres desempenham um papel tão importante quanto os homens em toda a cadeia cafeeira: do plantio das sementes, processamento, comercialização, preparo... ao consumo. Você já parou para pensar quantas mulheres são necessárias para você poder beber sua xícara de café diariamente?

A ideia da campanha de 2018 foi além de homenagear as mulheres. A presença da IWCA (Aliança Internacional das Mulheres do Café) foi para destacar a necessidade de equidade e igualdade no setor cafeeiro, do grão à xícara, e isso só pode ser alcançado mediante empoderamento das mulheres, para benefício de todo o setor cafeeiro.

LONDRES

Em Londres, na Inglaterra, a Embaixada Brasileira também sediou um evento com a presença de cafeicultoras da IWCA e que representam a Região das Matas de Minas.

Julenia Lopes, do Centro Comunitário Rural de Conceição em Carangola, e Josiane Cotrim Macieira apresentaram o trabalho da IWCA no evento londrino.Elas foram recebidas pelo Embaixador Hermano Meirelles com muito carinho.

“Muito bom ter sido tão bem recebida na Embaixada do Brasil em Londres por um público de mais de 80 pessoas do mundo internacional do café. Compradores, produtores, donos de cafeterias, autoridades e até um historiador de café! Muito orgulhosa de representar a mulher cafeicultora, Conceição, Carangola, Região dos Cafés das Matas de Minas e a IWCA! Foi bom demais mostrar para este povo onde estamos neste mapa!!”, comemorou Julenia.

Outro destaque foi para o Café da Fazenda Ninho da Águia, de Alto Caparaó, que foi servido para comemorar o dia internacional do café em Londres.

Com fotos de Marcelo Camargo / Agência Brasil  e Divulgação - Redação Carlos Henrique Cruz

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.